segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Sofrimento.


Rasgo-me por inteira. Despedaçada. Chego ao ápice do meu sofrimento. Estou desolada. Recuso-me a obter ajuda, quero que a dor penetre cada milímetro do meu ser. Quero me sentir perfurada, que seja por uma lança ou que seja consumida pelo fogo. Mas quero sentir-me viva. Quero sentir a dor, só assim serei mais forte.

O sofrimento trás a dor ou esta causa o sofrimento? Que diferença faz quando me torno tão criativa nesse momento?! Não ousem pensar que olhos cheios de lágrimas distorcem a visão, pelo contrário. Elas limpam os seus olhos para que você enxergue melhor. Melhor e mais fundo. Olhe para as suas mãos. Sinta um calor que começa da ponta das unhas, percorrendo os seus braços, subindo pelos seus ombros e chegando ao seu pescoço. Foi um calor realmente ou um arrepio? Não importa. Você apenas se distanciou do mundo para enxergar a si próprio. É isso que o sofrimento faz.

Deitada em uma cama num quarto escuro recolho os meus pedaços, junto todos e despejo sobre eles um punhado das minhas lágrimas. Aquelas que ferviam enquanto desciam rosto abaixo. Jogo-as sobre meus cacos, elas me conectam novamente. Reergo-me. Agora eu sou mais forte. Porque quando não sofro, esqueço. Mas quando sofro, mereço o melhor que estar por vir.

7 comentários:

Luiz Brisa disse...

vc escreve d+
mas esse achei meio diferente dos textos q vc costuma escrever,
achei triste
mas bem escrito
sempre eh um prazer vir aki
^^

Nando! disse...

Achei perfeito seu modo de descrever as coisas!

Palavras simples com sentimentos forte!
E um texto sem ser cansativo!

PARABÉNS!

Francorebel disse...

"Rasgo-me por inteira" me remete ao desespero de um sofrimento que pode terminar tragicamente se for muito grande.

"Que diferença faz quando me torno tão criativa nesse momento?!" essa frase me fez refletir, não sei se a compreendi bem... enfim, parece conotar algo de positivo brotando da dor, seria isso? Não sei.

Gostei muito do texto, bem sentido ele (sentido no sentido de sentir mesmo, não no sentido de sentido, rs).

Dor ou amor: sinta!

Abraços!

Volte sempre ao meu Blog!

http://francorebel.blogspot.com/

Dave disse...

Concordo, humanos aprendem mais rápido com o próprio sofrimento.
ps: acredito que a dor cause o sofrimento.
ps²: querendo ler meus textos, acesse o Inexista http://inexista.tumblr.com/apresentacao

Nando! disse...

Seus texto parecem de um amigo meu!
Elew coloca mto sentimento nos textos, igaual a você!

Thaís Conceição disse...

Nossa! Parabéns, você escreve perfeitamente bem.
Adorei o seu blog, e estou seguindo.
Depois dá uma olhada no meu, se gostar seiga! (:
Beijos! E mais uma vez, Parabéns querida.

http://thaiisconceicao.blogspot.com/

Beatriz Verissimo disse...

nossa, que perfeito *-*

Postar um comentário

Comente! É a sua chance de dizer a respeito do que leu! =)